4 de maio de 2009

A doutrina da Confissão positiva

2 comentários

O que é Confissão positiva?

Para satisfação de alguns e espantos da maioria, esse movimento tem se alastrado no meio evangélico brasileiro desde a última década do século passado. É conhecido por vários nomes: Teologia da prosperidade, Evangelho da saúde, Palavra da fé ou Movimento da fé.

Essa corrente doutrinária ensina que qualquer sofrimento indica falta de fé. Assim, a marca do cristão cheio de fé e bem-sucedido é a plena saúde física, emocional e espiritual, além de prosperidade material.

As origens

Esse movimento nasceu numa antiga heresia conhecida como gnosticismo. Essa palavra vem do grego=gnosis, e significa “conhecimento”. Tal heresia data dos séculos I e II da era cristã, e ensinava que havia uma verdade especial, mais elevada, acessível somente aos iluminados por Deus. Os gnósticos acreditavam que há na natureza humana o princípio do dualismo: o espírito e o corpo – duas entidades separadas – são opostos. Para eles, o pecado habitava somente na carne.

Muitas pessoas desse movimento consideram Kennth Hagin o pai desse ensino, no entanto quando se investiga o desenvolvimento histórico do movimento, chega-se a conclusão de que o verdadeiro pai da Confissão Positiva é Essek Willian Kenyon.

Hagin é considerado o porta-voz da Confissão Positiva. Duas experiências afetariam sua vida e seu ministério. Hagin, afirma ter sido levado ao inferno, onde viu e sentiu coisas que o deixaram perplexo, tais como trevas que o impediam de enxergar até mesmo sua mão a uma distância de três centímetros dos seus olhos e um calor que, quanto mais ele descia, mais forte ficava. Hagin desceria outras duas vezes “ao inferno” para ali contemplar horrores, sendo assim levado a tomar uma decisão quanto sua vida espiritual. Depois da terceira visita ao inferno, Hagin aceitou a Cristo como seu Salvador.

A segunda experiência veio por meio da leitura do evangelho de Marcos 11.23-24:

...em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele. Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco.

A partir de então Hagin começou seu ministério como jovem pregador. As visões tornaram-se parte importante de seu ministério, muitas das vezes, mais importante que a Palavra de Deus. Em 1952, Hagin afirma que Jesus Cristo apareceu à ele e disse, por mais de 1 hora, sobre o diabo, demônios e possessão demoníaca. Resolveu então ministrar ensinamentos a cerca de maldição hereditárias, cura interior, libertação, quebra de maldições, etc.

O ministério de Hagin é hoje um dos maiores do mundo e sua influência tem se espalhado por muitas partes do globo.

Os adeptos desse movimento

Além de Kenyon e Hagin, outros nomes se destacam nesse movimento:

Ken Hagin Jr, T.L Osborn, Fred Price, John Osteen, Marilyn Hichey, Benny Hinn, Jorge Tadeu, Valnice Milhomens, Rene Terra Nova, RR Soares e entre outros.

No Brasil

O movimento da fé tem encontrado formidável acolhida no Brasil. Algumas igrejas já foram estabelecidas em diferentes lugares. Diversos líderes, igrejas e organizações estão aderindo aos ensinos da Confissão Positiva sem fazer uma avaliação bíblica adequada e rigorosa.

E a Bíblia onde fica?

Eu poderia, muito bem, enfatizar uma série de trechos bíblicos acerca dos ensinamentos heréticos da Confissão Positiva, no entanto gostaria de citar apenas um trecho:

Santificai-vos na verdade; a tua palavra (Deus) é a verdade. Jesus Cristo (João 17.17)

Apenas enfatizando, não pretendo julgar homem nenhum e sim esclarecer, a luz da Palavra, o que é certo e errado. Cabe a você examinar tudo e reter o bem.

Pr Elder Sacal Cunha

Bibliografia: Super Crentes, Paulo Romeiro

Comments

2 comments to "A doutrina da Confissão positiva"

Anônimo disse...
05 março, 2011 17:45

A paz de CRISTO!
Caríssimo,
Desejo saber, pelo título Desmascarando, quais são os versículos bíblicos que comprovam a confissão positiva não estando de acordo com a Bíblia, até pq os citados estão de acordo com o q falamos e pedimos, crendo q assim será, isso é fé positiva. Marcos 11:23,24.
Passo alguns versículos para o pr. observar:
Porvérbios 10:8-14; 18-21; 12: 13, 14, 18, 19, 22; 13:2, 3; 15:2, 4; 18:6-8, 20, 21;
Tiago 3:1-12:
2 Co 4:13; entre outros.
Fique com DEUS.

Anônimo disse...
22 junho, 2011 01:15

CONFISSÃO POSITIVA, NADA MAS É QUE UM LAÇO QUE TEM CIDO LANÇADO EM MUITOS LUGARES E ARRASTADO PESSOAS SEGAS E DELIBERADAS COM DESEJOS DE SEREM SERVIDAS!
A BIBLIA É O LIVRO A SER SEGUIDO E NÃO AS DOUTRINAS DOS HOMENS COM SUAS IDEIAS MALUCAS QUE NÃO TEM BASE BIBLICA.
LIVROS NOS QUAIS ENSINAM QUE JESUS ASSUMIU A NATUREZA DE SATANAS.
LIVROS QUE NEUTRALIZAM O PODER DE JESUS CONTRA O DIABO AFIRMANDO QUE DEUS NÃO PODE REPRENDER UM ESPIRITO?
LIVRO QUE EXALTAM O HOMEN E DIMNUEM DEUS.
ENSINAMENTOS QUE ME DIZEM QUE O SACRIFICIO NA CRUZ NÃO FOI COMPLETO.
O QUE DIZER DO QUE JESUS FALOU NA CRUZ ESTA CONSUMADO,E AO LADRÃO AO SEU LADO HOJE MESMO ESTARA COMIGO NO PARAISO.
QUER OS TEXTOS? LEIA A BIBLIA E NÃO APENAS VERSICULOS DE UMA CONFIÇÃO DE UM EVANGELHO ADOECIDO QUE VCS TEM ENSINADO E PRATICADO!
QUE DEUS TE LIBERTE!

On Line

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
 

Copyright 2008 All Rights Reserved Revolution Two Church theme by Brian Gardner Converted into Blogger Template by Bloganol dot com

^